Artigos Recentes
Muitas famílias enfrentam algumas dificuldades financeiras, principalmente nos momentos de crise econômica. Dessa forma é preciso encontrar maneiras para reforçar a sua renda. Se tornar uma revendedora pode ser uma boa solução, e aqui você vai saber tudo sobre isso.

Como Ser Uma Revendedora?


Para ser uma revendedora é necessário ter mais de 18 anos, estar com o CPF (Cadastro de Pessoa Física) e RG (Registro Geral) regularizados, ser alfabetizado e apresentar um comprovante de endereço (conta de água, luz, telefone ou outra).

Observação: Lembrando que a futura revendedora não precisa estar com o nome limpo no SPC e Serasa.

O segredo para se trabalhar nessa área, é a comunicação e o carisma, a pessoa que deseja trabalhar como revendedora tem que gostar de conversar e tentar ser o mais carismática possível, pois desse jeito você conseguirá ganhar a confiança dos cliente.



Ser uma revendedora é algo fantástico, pois não tem vínculo empregatício com a empresa, apenas tem uma parceria por contrato, ou seja, você pode continuar no seu trabalho fixo e se quiser pode revender produtos de diferentes empresas.

Produtos Vendidos por Revendedoras


Existem diversos produtos que são vendidos por revendedoras, como cremes, perfumes e outros relacionados a linha da saúde pessoal. Jóias também podem ser adquiridas dessa forma.

Nos últimos anos o número de produtos cresceu bastante, até mesmo comida pode ser vendida por uma revendedora, ou doces, como chocolates especiais. Cada produto oferece uma comissão diferente para a revendedora, normalmente de acordo com o número de vendas, quanto mais difícil for, maior será o seu lucro.


Empresas Conhecidas que Trabalham com Revendedores


Grandes empresas da área dos cosméticos contam com revendedoras, algumas inclusive só vendem produtos dessa forma, como a Jequiti. Algumas marcas possuem melhor aceitação com os clientes e outras oferecem maiores ganhos para as suas revendedoras.

A Avon cosméticos lidera o mercado de cosméticos no nosso país, e apresenta produtos de boa qualidade com preços acessíveis; outra empresa de grande porte que conta com revendedoras é a Natura, para iniciar os trabalhos deve comprar um kit de R$ 167,00 ou então um completo por R$ 238,00; a Mary Kay é outra grande empresa do ramo de maquiagens; e o Boticário, marca brasileira popular nas classes B, C e D.


Em Média Quanto Ganha uma Revendedora?


Normalmente nenhuma empresa que trabalha com o sistema de revendedoras cobra exclusividade no atendimento, dessa forma você poderá trabalhar para quantas conseguir. Em média, uma revendedora ganha R$ 300,00 a cada R$ 1.000,00 de produtos vendidos, dessa forma é possível conseguir um bom valor para receber a cada mês. Tome cuidado ao escolher as empresas que vai trabalhar, algumas oferecem pouca assistência para as suas revendedoras.

Benefícios de Ser Uma Revendedora


Muitas pessoas não gostam de ter um patrão, que fica reclamando do seu serviço, e preferem trabalhar por conta própria. Outros não gostam de seguir horários, e por isso não se acertam em um emprego fixo. Quem possui essas características pode ser uma revendedora, e construir o próprio cronograma de trabalho.

Quem já trabalha, e deseja reforçar a sua renda também pode se tornar uma revendedora. Não existe um máximo de valor a ser recebido por mês, então quanto mais você trabalhar, maior será a sua comissão. É ideal para as mulheres que desejam ganhar mais dinheiro, principalmente para as que moram em regiões com poucas revendedoras.
Criado a mais ou menos 6 anos pelo Ministério da Educação brasileira, o Sisu tem ajudado a muitos estudantes a entrarem nas universidades federais e estatuais. O Sisu tem atraído muitos estudantes, para você ter uma ideia no ano de 2010, cerca de 793 mil estudantes se inscreveram para participar do programa, já em 2011 o número de candidatos inscritos ultrapassou a marca de 1 milhão, é muita gente né.

Em pouquíssimo tempo o Sisu ajudou diversos estudantes a realizarem o sonho de ingressar numa universidade. Mais o que é o Sisu? Como o Sisu funciona e seleciona os candidatos?

O que é o Sisu?

o que é o Sisu
O Sisu é um sistema de seleção unificada, ou seja, o Ministério da Educação brasileira uniu o útil ao agradável. Foi criado um sistema online onde as universidades disponibilizam suas vagas para os estudantes que desejam cursar o ensino superior.

Todo estudante escrito no Sisu tem a oportunidade de escolher e se inscrever em um ou dois cursos de sua preferência. Depois de inscrito o candidato passa a concorrer aquela vaga com diversos candidatos.

Como funciona o Sisu?

Para concorrer a uma vaga o estudante precisa ter feito o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) no ano anterior e não ter zerado a prova de redação aplicada por ele. Cada curso oferecido no Sisu possui uma pontuação diferenciada imposta por cada universidade e para ser selecionado o candidato precisa atingir esses pontos.

Parte desses pontos vêm das suas notas tiradas nas provas do Enem que o próprio sistema recupera quando for feito a inscrição. As pessoas que desejarem fazer parte dessa seleção unificada devem se cadastrar no site http://sisu.mec.gov.br/, onde escolheram o curso, lembrando que cada curso possui um número especifico de vagas.

Veja algumas universidades participantes do ano de 2015

BA – Bahia


UNEB (UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA)
UESC (UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ)
UFOB (UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DA BAHIA)
UFESBA (UNIVERSIDADE FEDERAL DO SUL DA BAHIA)

CE – Ceará

UFC (UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ)
UFCA (UNIVERSIDADE FEDERAL DO CARIRI)
UECE (UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ)
IFCE (INST. FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO CEARÁ)

MG – Minas Gerais

UFV (UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA)
UFU (UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA)
UFOP (UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO)
UFSJ (UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI)

RJ – Rio de Janeiro

UFF (UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE)
UFRJ (UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO)
UFRJ (UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO)
UNIRIO (UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO)

SP – São Paulo

UNIFESP (UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO)
UFSCAR (UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS)
UFABC (FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC)
IFSP (INST. FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO)








Foram cerca de 8,5 milhões de candidatos inscritos no Enem 2015 (Exame Nacional do Ensino Médio).

O objetivo do Enem 2015 é medir a qualidade do ensino médio no Brasil e abrir portas para o ensino superior através de bolsas de estudo nas faculdades públicas do País, ou através do Sisu (Sistema de Seleção Unificada).

Matérias do Enem 2015

provas do Enem 2015
As provas do Enem 2015 são compostas de 180 questões de múltipla escolha, uma redação de caráter dissertativo-argumentativo e são aplicadas em 4 assuntos diferentes:

  • Matemática e suas tecnologias;
  • Ciências Humanas e suas tecnologias;
  • Linguagens, códigos e suas tecnologias;
  • Ciências da natureza e suas tecnologias;

Esses 4 assuntos dão origem as matérias do Enem 2015, ou seja, tudo que vai cair no exame é baseado em tudo que foi ministrado no ensino médio das escolas brasileiras.

Além disso, as provas são sempre realizadas num fim de semana (sábado e domingo), e na edição do Enem 2015 elas serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro.

O que Estudar para Passar no Enem 2015?

Diante de tantos candidatos e diversas matérias, é normal que a maioria dos participantes tenham a mesma dúvida: O que estudar para o Enem 2015?

O recomendado ter foco é seguir um plano de estudo, além disso, a apostila do Enem 2015 é fundamental para melhorar o aprendizado e aumentar as chances do candidato de obter uma boa nota.

Como Saber o Local de Prova do Enem 2015

Informações como o local da prova, horário e até mesmo a sala onde o candidato realizará o exame, estarão presentes no cartão de confirmação de inscrição.

Mas diferente das edições anteriores, no Enem 2015 o candidato não receberá o cartão de confirmação pelos correios, para obter tal documento e saber o local onde será realizado o exame, o candidato precisa consultar o local de prova do Enem 2015 pela internet.

Se quiser sair na frente e conseguir uma boa nota no Enem 2015, estuda com a melhor Apostila do Enem 2015 Coleção Completa.

Se você possui um cartão Marisa e sua fatura ainda não chegou, saiba que é possível emitir segunda via da Fatura Marisa pela internet de forma simples e prática.

Fundada em 1948 na cidade de São Paulo, a rede de lojas Marisa vem crescendo e se destacando no mercado, visando a satisfação de seus clientes.

Devido ao crescimento da internet, diversos bancos, empresas e administradoras de cartão de crédito tem disponibilizado um serviço online para emissão de 2ª via de fatura.

Praticamente todas as empresas possuem uma página na internet onde disponibilizam diversos serviços que agilizam a vida de seus clientes, esses serviços podem variar entre consulta de saldo, emissão de 2ª via de fatura, emissão de extrato, consulta de rede credenciada e muito mais.

Vale lembrar que a maneira como se emite a segunda via de fatura pode variar de acordo com cada empresa, por isso, nesse post vamos ensinar passo a passo como tirar segunda via fatura Marisa.

Passo a Passo Fatura Marisa Online

A emissão da fatura Marisa pela internet é muito simples, basta acessar o site https://novo.marisa.com.br/cartao-de-credito/cartao-marisa, em seguida informe o número do cartão e a senha de acesso, caso seja seu primeiro acesso, clique em "Não Tenho Senha" e faça seu cadastro informando o seu CPF, data de nascimento, dia de vencimento da fatura e um e-mail válido.


Após efetuar o cadastro, basta voltar a página anterior e efetuar o login informando o número do seu cartão e a senha criada durante o cadastro.

Após realizar esse procedimento, já será possível imprimir ou salvar a fatura Marisa no seu computador. O pagamento pode ser efetuado diretamente em uma loja Marisa, em uma agência bancária ou através do internet banking do seu banco.

Além da emissão de segunda via fatura Marisa, dentro do mesmo sistema é possível consultar limite de compras, solicitar segunda via por e-mail, emitir extrato, fazer acordo de pagamentos, consultar tarifas e muito mais.

Vale lembrar que atualmente várias lojas possuem um serviço online para emissão de segunda via de Fatura, veja algumas a seguir:
Caso você ainda possua alguma dúvida referente aos cartões Marisa, pode entrar em contato via telefone, basta ligar para 4004-2211 (capitais e regiões metropolitanas), de segunda à sábado, das 8h às 22h.

Para outras regiões ligue para 0800 728 1122, ou compareça a loja Marisa mais próxima da sua região.


A Alelo é uma empresa com cerca de 13 anos de atuação no mercado de cartões corporativos e cartões pré-pagos para pessoas no Brasil. Seus principais serviços incluem:

Cartão Alelo Refeição

Neste cartão a empresa poderá depositar o valor correspondente ao vale refeição mensal do funcionário. Possuí aceitação em ampla rede de lanchonetes, restaurantes, bares e possibilita a isenção de até 63% de encargos sociais sobre o valor do benefício pago ao funcionário.

Disponibiliza um cartão temporário para recém-contratados, garantindo o vale-refeição sem que precisem utilizar dinheiro; (Consulta Alelo Refeição Saldo).

Cartão Alelo Alimentação

Possibilita a eliminação da cesta física, acabando com a necessidade de armazenamento, distribuição e transporte dela tanto pela empresa, quanto pelo trabalhador que mora afastado de seu local de trabalho.
 
Possuí aceitação em ampla rede de supermercados, mercearias etc. e possibilita a isenção de até 63% de encargos sociais sobre o valor do benefício pago ao funcionário; (Consulta Alelo Alimentação Saldo).
 Ambos possuem moderna tecnologia de chips para garantir a mesma segurança dos cartões de crédito.

 Mais Cartões Alelo

consulta alelo saldo
 
A Alelo também disponibiliza em seu site a consulta do preço médio das refeições e da alimentação na região do contratante. Ambos cartões fazem parte do PAT (Programa de Alimentação do Trabalhador), que une governo, empresas e trabalhadores visando prover melhores condições nutricionais aos trabalhadores.

Possibilita a dedução de até 4% do imposto de renda devido e isenções de encargos sociais sobre o valor do benefício para empresas com Lucro Real trimestral ou anual;
  • Cartão Alelo Natal Alimentação: permite a eliminação da cesta física de natal e o incomodo de ter de carregá-la, ainda mais quando se mora afastado do trabalho, e possibilita que o próprio funcionário escolha os produtos que deseja para aproveitar a festa;
  • Cartão Alelo Cultura: ideal para empresas socialmente responsáveis que queiram oferecer um benefício a mais para os funcionários, o cartão oferece descontos em teatros, shows, livrarias, musicais entre outros. Permite o abatimento das despesas com o cartão em até 1% do Imposto de Renda devido para empresas com sistema de lucro real, além de isenções de FGTS e INSS em cima o valor do benefício;
  • Cartão Money Card – cartão pré-pago internacional feito para pessoa física que irá viajar, é aceito em 30 milhões de estabelecimentos credenciados Visa em mais de 200 países. Feito para compras e saque, pode ser solicitado e recarregado nos bancos Bradesco, Paulista e Safra;
No site da Alelo é possível consultar os credenciados mais próximos que aceitam os cartões, além de permitir a consulta dos saldos e extratos de seus serviços por meio de um aplicativo para Android ou IOS, além do próprio site. (Consulta Saldo Alelo).
  • Prepax Pagamentos – um cartão pré-pago feito especialmente para empresas realizarem o pagamento de salários e bônus de seus funcionários diretamente por ele, reduzindo os gastos com transferências e movimentações bancárias;
  • Prepax Premiação e Incentivo – para premiações concedidas a colaboradores por rendimento, tempo de casa, datas especiais etc. Permite que eles possam escolher seus prêmios nos estabelecimentos credenciados com a bandeira Elo;
  • Prepax Despesas corporativas – cartão pensado para os pagamentos do dia-a-dia em sua empresa, como adiantamentos, reembolsos, pequenas despesas entre outros. Permite a organização da gestão desses gastos de modo eficaz e todo um suporte de um Portal de Gestão Online;
  • Prepax Viagens Corporativas – Disponível em euro, dólar e libra, é um cartão focado para viagens internacionais realizadas por funcionários. Permite a transparência e organização melhor da prestação de contas da viagem, sem que o funcionário precisa utilizar dinheiro próprio.
  • APP Prepax – Um sistema online que permite o gerenciamento dos serviços Prepax adquiridos - o Portal de Gestão Online;
  • Sistema de gerenciamento Alelo Vale-transporte: disponibilização de um canal online para pagamento de vale-transporte aos funcionários. Consulta da melhor rota de transporte para controlar gastos e evitar desperdícios. Um portal online para seus colaboradores verificarem o status dos pedidos de vale-transporte;
Todos os serviços possuem uma central de atendimento exclusivo 24 horas por dia, seja por telefone ou chat. Para mais informações, visite: http://www.alelo.com.br/
 
 
As vendas através de cartão de crédito e débito tem crescido cada vez mais, por isso, autônomos, feirantes, pequenos e micro empreendedores estão optando por usar uma maquininha de cartão de crédito e débito em seus negócios.

A grande vantagem das maquininhas de cartão é que você não precisa ter um CNPJ para oferecer opção de venda em cartão de crédito e débito para seus clientes, além disso, o procedimento para adquirir uma maquininha de cartão portátil é bem menos burocrático.

As maquininhas de cartão podem ser utilizadas por MEI (microempreendedores individuais) e até mesmo por pessoas físicas, através do CPF e uma conta bancária que pode ser conta corrente ou poupança.

Qual a Melhor Maquininha de Cartão?

Atualmente existem diversas maquininhas de cartão no mercado, o que pode acabar dificultando na hora de escolher a melhor opção para seu negócio. Pensando nisso, resolvi compartilhar aqui as 3 máquinas de cartão de crédito e débito mais utilizada no mercado.

1. Moderninha PagSeguro

Foto Divulgação (PagSeguro)
A Moderninha do PagSeguro é uma das mais utilizadas do mercado, devido a confiabilidade da marca, pois o PagSeguro já está no mercado de comércio eletrônico desde 2007. Milhares de lojas online utilizam o PagSeguro como forma de pagamento.

Além disso, a Moderninha PagSeguro não tem aluguel, não precisa de smartphone para funcionar, aceita as principais bandeiras do mercado como Visa, Mastercard, Elo, Diners Club, American Express e muitas outras.

Atualmente é a única que possui conexão Wifi, além de possuir um chip de dados incluso com o plano de dados totalmente gratuito e 3 anos de garantia.

Com certeza é a maquininha mais top do mercado atualmente!

2. Sum Up

Foto Divulgação (Sum Up Top)
A Sum Up é uma empresa que está presente em diversos países, a mesma foi fundada em 2012 e é líder em pontos de venda mobile na Europa.

A Sum Up oferece dois tipos de maquininha de cartão de crédito e débito, a Sum Up Chip e a Sum Up Top, sendo esse última a mais completa.

Diferente da Moderninha, ambas as maquininhas da Sum Up precisam de um smartphone para funcionar, por isso é preciso ficar atento aos requisitos mínimos do smartphone, além disso ela só aceita as bandeiras Visa e Mastercad ambas na função crédito e débito.

Se quiser saber mais sobre as Maquininhas da Sum Up, basta acessar o site oficial clicando AQUI.

3. Payleven


As maquininhas de cartão da Payleven também são uma boa opção, possuindo dois modelos, sendo a Payleven Mais o modelo de entrada e a Payleven Lite o modelo mais completo.

Assim como na Sum Up, ambos os modelos da Payleven só aceitam Visa e Mastercad na função crédito e débito, e também possuem a desvantagem de precisar do smartphone para funcionar.

Qual a Melhor Maquininha de Cartão?

As três maquininhas cumprem o prometido e atendem a maioria dos micros e pequenos negócios, além de ser ideal para feirantes, camelôs, vendedores de porta em porta, autônomos e muitos outros.

Na nossa opinião a melhor maquininha é a Moderninha do PagSeguro, as grandes vantagens são a confiabilidade da marca, a conexão Wifi, o chip de dados incluso com plano de dados gratuito e também o fato de não necessitar de smartphone para funcionar.
As antigas regras do seguro desemprego foram modificadas inicialmente em 1° de março de 2015 e depois em 16 de junho de 2015 pela MP 665, que virou a Lei 13.134/15. Com a mudança, o trabalhador que pretenda solicitar o benefício pela primeira vez necessita comprovar vínculo empregatício regido pela CLT (Convenção das Leis Trabalhistas) em pelo menos 12 meses, consecutivos ou não, nos últimos 36 meses – considerado o período de referência. Para a segunda vez, o tempo caí para comprovação de 9 meses em 36.

Da terceira em diante, é necessário ter trabalhado no mínimo 6 meses antes da demissão dentro do período de referência, ou seja, ter recebido 6 salários consecutivos mesmo que em empregos diferentes. O requisito principal para dar entrada ao pedido é ter sido dispensado sem justa causa pela última empresa onde trabalhou. O vínculo empregatício pode ser com pessoa física ou jurídica.

 As parcelas variam de acordo com o tempo empregado:

  • Na primeira vez em que solicitarem, aqueles que trabalharam de 12 a 23 meses nos últimos 36 meses receberão 4 parcelas. Se trabalharam 24 até 36 meses receberão cinco parcelas; 
  • Na segunda vez, aqueles que foram empregados no prazo mínimo de 9 meses até o máximo de 11 meses dentro do período de referência receberão três parcelas. De 12 até 23 meses, receberão quatro parcelas. Acima disso, de 2 a 3 anos, são cinco parcelas; 
  • Na terceira vez, de seis a onze meses comprovados dão direito a três parcelas. De 12 a 23 meses, são quatro parcelas. Acima disso, de 2 a 3 anos, o trabalhador receberá cinco parcelas;
Os meses usados para uma solicitação do seguro desemprego não podem ser usados para o cálculo da solicitação de um seguro desemprego subsequente.

Cálculo Seguro Desemprego

Para calcular o valor a que se tem direito mensalmente, é necessário obter a média salarial dos últimos três meses de trabalho anteriores à dispensa (somar os valores monetários e dividir por três). Se a média der até R$ 1.222,77, multiplica-se o valor por 0,8 (80%) para se obter o que se irá receber por mês. Caso a média seja de R$ 1.222,77 até R$ 2.038,15, multiplica-se o valor por 0,5 (50%) e soma-se R$ 978,22. Acima de R$ 2.038,15, o valor de cada parcela será fixo em R$ 1.385,91.

Como Dar Entrada no Seguro Desemprego?

De acordo com o site oficial da Caixa Econômica sobre o benefício,  para se ter direito ao seguro é necessário apresentar os seguintes documentos: 
  • CTPS - Carteira de Trabalho e Previdência Social, independente do modelo; 
  • CPF; 
  • Documento de Identificação de Inscrição no PIS/PASEP; 
  • Requerimento de Seguro Desemprego ou Comunicação de Dispensa impresso pelo Empregador Web no site Portal Mais Emprego;
  • TRCT (Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho​), com o código 01 ou 03 ou 88, corretamente homologado, para contratos superiores a um ano de trabalho ou Termo de Quitação de Rescisão do Contrato de Trabalho (acompanha o TRCT) nas rescisões de contrato com menos de um ano de serviço ou Termo de Homologação de Rescisão do Contrato de Trabalho (acompanha o TRCT) nas rescisões de contrato com mais de um ano de serviço;
  • Extrato comprobatório ou documentos de levantamento dos depósitos no FGTS – o extrato pode ser impresso nos caixas de autoatendimento da Caixa Econômica por meio do cartão Cidadão; 
  • Um documento de identificação (RG, ou um protocolo acompanhado de Certidão de Nascimento ou de Casamento, passaporte ou habilitação);
Todavia, existem particularidades que devem ser esclarecidas junto ao ponto escolhido para entrada no processo (por telefone, site ou pessoalmente), podendo haver solicitação de outros documentos.

Alguns casos: trabalhadores com reclamatória trabalhista, pessoas com alteração ou divergência de identidade e que ainda não alteraram a CTPS etc.

Após ter todos os documentos, deve-se agendar uma data e horário para entrega dos documentos num dos canais fornecidos pelo posto de atendimento escolhido. Para isso, é recomendado ligar para o local ou acessar o site do órgão para ver o procedimento padrão de agendamento.Veja aqui Como Agendar Seguro Desemprego.

O prazo para dar entrada no seguro desemprego é de 7 a 120 dias após a dispensa. Contudo, quem tiver aviso prévio indenizado deve se atentar à data em que ocorreu a saída do trabalho e não para a data fim do aviso. O pedido pode ser feito em um posto de atendimento do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), no Sine (Sistema Nacional do Emprego) ou nas SRTE (Superintendências Regionais do Trabalho).

Após a aprovação, as parcelas podem ser sacadas nas lotéricas ou caixas de autoatendimento da Caixa Econômica Federal por meio do cartão Cidadão. Também podem ser depositadas nas contas poupanças do mesmo banco ou conta Caixa Fácil, caso o beneficiário possua uma dessas opções.

Outras Considerações

Trabalhadores resgatados de regimes forçados ou análogos a escravidão tem direito ao Seguro Desemprego Trabalhador Resgatado, podendo receber três parcelas mensais no valor de um salário mínimo cada. Para isso, ele não pode ter renda nem benefícios da Previdência Social, exceto pensão por morte e auxílio-acidente.

Também deve comprovar sua situação anterior por meio da Comunicação de Dispensa do Trabalhador Resgatado - CDTR, preenchida por um auditor fiscal do trabalho. Pescadores profissionais têm direito durante o período do defeso, porém as regras são diferenciadas.
 
A tabela do PIS é uma das mais esperadas do ano, isso porque ela contêm as datas de pagamento do abono salarial para trabalhadores da CLT.

O PIS 2016/2017 é um benefício de grande importância para os trabalhadores, pois muitos deles aguardam essa época do ano para usar o benefício e complementar a renda, principalmente nessa época de crise no país.

A tabela do PIS 2016/2017 já foi divulgada oficialmente, sendo assim, os trabalhadores já podem conferir a data de pagamento do benefício e se programar para usá-lo da melhor forma possível.

Assim como nos anos anteriores, os trabalhadores que possuem conta corrente ou poupança na Caixa, terão o benefício creditado em conta, facilitando ainda mais o saque do benefício.

Quem Tem Direito ao PIS

Não são todos os trabalhadores que tem direito de receber o PIS, é preciso estar dentro de algumas regras para ter direito ao benefício do abono salarial, veja as regras:
  • Ter mais de 5 anos de cadastro no PIS (o cadastro é realizado automaticamente quando o trabalhador tem sua carteira assinada pela primeira vez);
  • Ter os dados cadastrados e atualizados na RAIS;
  • Não ter recebido mais de dois salários mínimos por mês no ano base (2015);
  • É preciso ter trabalhado por pelo menos 30 dias consecutivos ou não no ano base (2015);

Tabela do PIS Pra Quem Tem Conta na Caixa

Com tudo, a tabela do PIS 2016/2017 para quem tem conta na Caixa é um pouco diferenciada em suas datas de pagamento, por isso, resolvemos compartilhar ela com você.

Sendo assim, quando chegar na data de crédito do seu benefício, basta acessar sua conta da Caixa, verificar o saldo e em seguida usar da maneira que desejar. Se você não tem conta na Caixa veja como consultar o PIS online de forma rápida e simples.
O abono salarial PIS é um dos benefícios mais esperados do ano, os trabalhadores ficam ansiosos pela divulgação do calendário de pagamentos do benefício, se você ainda não viu as datas de pagamento do PIS 2016/2017 confira a tabela oficial do PIS 2016/2017.

O PIS é um benefício criado para ajudar trabalhadores da CLT que possuem renda abaixo de dois salários mínimos, e nesse artigo vamos ensinar passo a passo como consultar saldo do PIS pela internet de forma muito simples.

Consultar Saldo do PIS Online

Consultar saldo do PIS é muito simples, o primeiro passo é acessar o site de serviços da caixa, https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01&produto=PIS, caso você não possua nenhuma senha, faça seu cadastro inserindo o número do seu PIS e clicando em Cadastrar Senha, em seguida preencha os dados pedidos.

Com o cadastro pronto, acesse novamente o site de serviços da Caixa, insira o número do seu PIS, a senha criada durante o cadastro e clique em ok.

Em seguida, clique na aba PIS, na opção consulta a pagamento e pronto, já será possível visualizar o saldo e extrato do PIS.

Consultar PIS Vídeo Passo a Passo

Se ainda tiver alguma dificuldade para consultar PIS pela internet, assista esse vídeo com um passo a passo completo.

Consultar PIS pela Telefone

Uma outra alternativa é consultar saldo do PIS pelo telefone, para isso a Caixa disponibilizou um canal direto, onde o trabalhador pode entrar em contato com a Caixa e verificar o saldo do seu benefício.

Para saber o saldo do PIS pelo telefone, basta ligar para 0800 726 0207 e seguir atentamente as instruções da atendente telefonista.
A tabela do PIS 2016 tem sido uma das mais aguardados de todos os tempos, isso porque no ano passado houveram algumas mudanças e os trabalhadores estão ansiosos para saber se mudou mais alguma coisa.

Todos os anos o MTPS (Ministério do Trabalho e Previdência Social) defini as datas que irão compor a tabela oficial do PIS, e a mesma é divulgada oficialmente pela Caixa Econômica Federal.

Para quem não sabe, o abono salarial do PIS é um benefício no valor de um salário mínimo concedido ao trabalhador com renda abaixo de dois salários mínimos. Para que ter direito ao PIS e receber o benefício, é preciso que o trabalhador esteja dentro das regras do PIS, que são:

Regras do PIS 2016/2017

  • Estar cadastrado no PIS há pelo menos 5 anos, (o cadastro é feito quando o trabalhador tem a carteira assinada pela primeira vez);
  • Não ter recebido mais do que 2 salários mínimos mensais em 2015;
  • Ter todos os dados cadastrados e atualizados no RAIS;
  • E ter trabalhado por pelo menos 30 dias consecutivos ou não no ano base (2015);
Estando dentro desses requisitos, o trabalhador tem direito ao PIS 2016, o próximo passo é ficar de olho na tabela do PIS para saber a data de pagamento do seu benefício.

Tabela do PIS 2016/2017

A tabela oficial do PIS é divulgada sempre no segundo semestre do ano, ela contêm as datas em que o pagamento do benefício será liberado para o trabalhador. Para saber a data de pagamento do seu benefício, basta olhar atentamente na tabela o mês do seu aniversário e conferir a data que seu benefício será liberado, depois disso, basta efetuar o saque na data correta.

Como Sacar o PIS 2016

Se você tem direito ao benefício, verificou a tabela do PIS e já sabe a data de pagamento do seu benefício, agora você precisa aprender a sacar o PIS, mas antes de tudo, você pode consultar saldo do PIS pela internet e confirmar que o benefício já está liberado para saque.

Sacar o PIS é muito simples, se você possui um cartão cidadão com senha cadastrada, basta ir até uma lotérica ou caixa rápida da Caixa Econômica e efetuar o saque o seu benefício.

Agora se você não possui o cartão cidadão, basta se dirigir até uma agência da Caixa portando um documento de identificação e o número do seu PIS para efetuar o saque do benefício.